[Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Site Admin
Avatar do Utilizador
Mensagens: 7755
Idade: 35
Registado: 08 fev 2012 15:24
Localização: Coimbra/Porto

[Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor kilkus » 12 dez 2012 20:05

Imagem

Taça Intercontinental

Estádio Nacional de Tóquio, em Tóquio (13 de Dezembro de 1987)

Árbitro: Franz Wohrer (Áustria)

F.C. PORTO: Mlynarczyk; João Pinto, Lima Pereira, Geraldão e Inácio; André, Jaime Magalhães, Sousa e Madjer; Rui Barros (Quim 61') e Fernando Gomes.
Treinador: Tosmilav Ivic

PEÑAROL: Eduardo Pereira; Marcelo Rotti, Obdulio Trasante, José Herrera (Jorge Gonsalves 95'), Alfonso Dominguez, José Perdomo, Eduardo da Silva, Diego Aguirre, Daniel Vidal, Jorge Cabrera (Gustavo Matosas 46') e Milton Viera.
Treinador: Oscar Tabarez

Marcadores: Fernando Gomes (42m), Milton Viera (80m) e Madjer (110m)

Resumo:


Jogo Completo:


http://tribunaportista.blogspot.pt/2012 ... arago.html
Imagem

Site Admin
Avatar do Utilizador
Mensagens: 55080
Registado: 10 fev 2012 17:01

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor Fiori » 13 dez 2012 01:50

Madjer revela o segredo da vitória do F. C. Porto na Taça Intercontinental em 1987


Faz hoje 25 anos que o F. C. Porto se sagrou campeão intercontinental. Depois da valsa de Viena, os dragões derreteram a neve de Tóquio e derrotaram o Peñarol (2-1), com golos de Gomes e de Madjer, este no prolongamento. O astro argelino recorda os segredos com que foi gravada ama das páginas mais belas do clube, a 13 de dezembro de 1987.

Imagem
foto ARQUIVO JN

Madjer

Rabah Madjer, 54 anos, atende o telefone e solta uma gargalhada. Lembra-se da final da Taça Intercontinental como se fosse hoje, mas faz um pedido: responder às perguntas em francês. A meio da conversa, muda o discurso com as emoções à flor da pele. Começa a falar em português e termina a entrevista com um rasgado elogio a Pinto da Costa: "Merecia uma estátua".

A final da Taça Intercontinental superou as emoções da final com o Bayern de Munique?

Em termos de esforço, superou (risos). Jogámos em condições muito difíceis, a nevar e num campo impraticável. Depois de termos sido campeões europeus, ganhar a Taça Intercontinental provou que o F. C. Porto foi a melhor equipa do Mundo daquele ano. Entrámos na história do clube.

Qual foi o vosso segredo para vencer?

Foram dois. Primeiro, tínhamos uma grande equipa e éramos uma família dentro e fora do campo. Os jogadores tinham uma excelente relação entre todos. Depois, porque tivemos um grande coração nesse jogo. Só dessa maneira, com muita força, poderíamos triunfar num relvado coberto de neve, onde não conseguimos jogar futebol.

Como descreve o seu golo, que deu a vitória por 2-1?

No prolongamento, o Sousa passou-me a bola, eu vi o guarda-redes longe da baliza e fiz-lhe um chapéu. Por causa da neve, a bola foi muito devagar, parece que não ia entrar na baliza, mas entrou. A seguir, todos os jogadores, menos eu, recuaram para defender o resultado. Tive a felicidade de marcar golos espetaculares nas finais do F. C. Porto.

Foi eleito o melhor em campo e ganhou um Toyota como prémio. Ainda tem esse carro?

Não. Esse carro pertence ao F. C. Porto e creio que está na garagem do Dragão.

Lembra-se do que disse Ivic aos jogadores?


Os jogadores tinham-lhe muito respeito, era um grande treinador. Pessoalmente, deu-me muita confiança e, talvez por isso, nessa época, marquei golos espetaculares e também fiz um golo de calcanhar ao Belenenses.

Como foi a festa no balneário?


Enorme. Lembro-me que recebi no balneário o embaixador da Argélia e tive o prazer de lhe oferecer a camisola do jogo. Disse-lhe que aquele triunfo também era a vitória do povo argelino.

Foi o seu ponto máximo?

Nunca ganhei um título mundial pela seleção da Argélia, mas posso dizer que fui campeão do Mundo pelo F. C. Porto. Foi o melhor troféu que ganhei na minha carreira. Foi extraordinário.

Qual foi o peso de Pinto da Costa no vosso êxito?

Muito grande. Tal como Alex Ferguson tem uma estátua em Old Trafford, Pinto da Costa merecia uma estátua no Dragão. Mas ao lado dela também devia ser erguida uma estátua mais pequenina, uma estátua do Madjer (risos).
FioriCroquete Football,Cycling, assessor de bonecos com andarilho, credor de coronas a porcas & Events Agency

Dragão de Bronze
Avatar do Utilizador
Mensagens: 1389
Idade: 69
Registado: 22 ago 2012 23:15

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor Gaspar Santos » 13 dez 2012 12:19

Foto d' "O DRAGÃO AZUL"
FCP-final-toquio-1987.jpg
FCP-final-toquio-1987.jpg (104.15 KiB) Visualizado 864 vezes


Palo comprimento das mangas das camisolas, deviam estar uns 30ºC à sombra!

Site Admin
Avatar do Utilizador
Mensagens: 55080
Registado: 10 fev 2012 17:01

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor Fiori » 16 dez 2012 03:56

Está a dar agora o jogo na RTP memória, curiosamente o Gomes joga a segunda parte de manga comprida é o único.
FioriCroquete Football,Cycling, assessor de bonecos com andarilho, credor de coronas a porcas & Events Agency

Site Admin
Avatar do Utilizador
Mensagens: 55080
Registado: 10 fev 2012 17:01

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor Fiori » 04 fev 2013 22:17

O mundo a seus pés ( Joker Revivendo a História )

Imagem

Anos depois, revivendo a efeméride
Comemorando dois golos, marcados sobre a neve
Que nos legaram o mundo, a taça intercontinental
Hasteada como um trunfo, pra um clube “regional”!

Depois da Europa, conquistada sobre os Bávaros
Encetada nova prova, em jornada a dois disparos
Nem na refrega de Tóquio, dobrado aquele Peñarol
Colocaram o Porto no pódio, no seu império do sol!

Campeões da Europa, do mundo, insuficiente cartel
Pra um país de vento em popa, de êxitos em tropel
Tidos nos anos sessenta, no tempo da bola quadrada
Num “gloriosa” tormenta, que toma tod’o país pela sala

De visitas do campeão, que por regional, exulta
Por ganhar no bastião, do clube nacional qu’ilustra
Seis milhões de adeptos, mais uma águia careca
Os restantes, insurrectos, e a minoria da charneca

Por isso, os “maiores do mundo”, é um título capital
E nem as provas de fundo, dão estatuto ao “regional”
Foi apenas a taça Toyota, comprada com’um enfeite
O Porto só faz batota, só ganha com...



Ler mais em: http://tribunaportista.blogspot.pt/2013/02/o-mundo-seus-pes-joker-revivendo.html
FioriCroquete Football,Cycling, assessor de bonecos com andarilho, credor de coronas a porcas & Events Agency

Site Admin
Avatar do Utilizador
Mensagens: 6930
Idade: 38
Registado: 06 jun 2013 22:38

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor dragão flaviense » 13 dez 2017 14:44


Dragão de Platina
Avatar do Utilizador
Mensagens: 26884
Registado: 28 jun 2013 14:34
Localização: Porto

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor Teixeira8 » 13 dez 2017 17:34

phpBB [video]

Dragão de Bronze
Avatar do Utilizador
Mensagens: 2094
Idade: 39
Registado: 28 ago 2014 23:53
Localização: VN Gaia

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor dr_psikick » 13 dez 2017 22:23

Uma das primeiras noitadas da minha vida e provavelmente a mais inocente!

Grande vitória num jogo "fajuto".

Sent from my Redmi Note 3 using Tapatalk

Dragão de Prata
Avatar do Utilizador
Mensagens: 3662
Registado: 03 set 2012 18:19

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor jorgcastro » 14 dez 2017 01:02

dr_psikick » 13 dez 2017 22:23 escreveu:Uma das primeiras noitadas da minha vida e provavelmente a mais inocente!

Grande vitória num jogo "fajuto".

Sent from my Redmi Note 3 using Tapatalk

A segunda... ;)
A primeira foi meio ano antes para receber os campeões que chegaram de Viena às 4 da manhã...

Dragão de Platina
Mensagens: 20823
Registado: 05 jun 2013 15:07

Re: [Época 87/88] FC Porto 2-1 Peñarol

Mensagempor Sherlock Holmes » 14 dez 2017 02:16

Foi um jogo fantástico, emocionante do primeiro ao último instante.

Voltar para Jogos memoráveis

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

!-- IF S_CAN_VOTE and L_POLL_LENGTH --a href=